Governo do Estado do Espírito Santo

Política de Gestão de Pessoas

A Política de Gestão de Pessoas direciona os instrumentos, processos e práticas de Gestão de Pessoas no Estado do Espírito Santo, de acordo com suas estratégias, missão e princípios básicos. Ela é sistematizada nos seguintes pilares:

  • Planejamento de Recursos Humanos;
  • Seleção e Admissão de Pessoal;
  • Cargos, Carreira e Reconhecimento;
  • Gestão de Desempenho;
  • Desenvolvimento de Pessoas;
  • Qualidade de Vida no Trabalho e Saúde Ocupacional;
  • Relações Sindicais.

Destaca-se, ainda, a meritocracia como princípio orientador das políticas e práticas de gestão de pessoas, de modo a direcionar as decisões para o merecimento (uma combinação entre capacidade intelectual, esforço, competência e resultados obtidos).

A nova política de gestão de pessoas tem como filosofia geral a identificação de oportunidades de melhoria na estrutura de carreiras, para corrigir distorções e vulnerabilidades em cargos de mesma natureza e atribuições, adotando-se um critério mais equitativo.

Dessa forma, busca-se adequar a estrutura de cargos do Estado a um modelo mais moderno de gestão, onde se passa a adotar um cargo amplo para cada nível organizacional: Tático/Estratégico, Tático/Operacional e Operacional. E quando alocados, esses cargos levarão consigo essas características para os Órgãos/Entidades em que passarão a desenvolver suas atividades.

    2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard