Governo do Estado do Espírito Santo
28/04/2022 08h00

Governo do Estado lança a pesquisa ‘Diagnóstico de Atenção à Saúde do Servidor’

O Governo do Estado deseja aprimorar as ações voltadas à saúde e qualidade de vida no trabalho dos servidores públicos do Executivo Estadual. Para isso, lançou, nesta quinta-feira (28), a pesquisa intitulada “Diagnóstico de Atenção à Saúde do Servidor”, disponível nos sites www.qualivida.es.gov.br e www.servidor.es.gov.br.

O estudo fará um mapeamento dos hábitos de vida dos profissionais, que auxiliará na elaboração de linhas de cuidado personalizadas, considerando a realidade de cada órgão, setor e perfil. O formulário coletará informações como a prevalência autorreferida de excesso de peso, hipertensão, diabetes, adesão a protocolos de prevenção de cânceres rastreáveis, breve análise da qualidade de vida no trabalho, tabagismo, comportamento de risco relacionado ao álcool e sinais de sofrimento mental. O documento deverá ser respondido até o dia 13 de maio. 

O sucesso da pesquisa depende essencialmente da adesão de cada servidor, que é voluntária e fundamental para embasar o avanço nas políticas de saúde e qualidade de vida no trabalho. “É essencial que o maior número possível de servidores responda a pesquisa. Por isso, pedimos o apoio especial das comissões locais Qualivida, dos gestores de Recursos Humanos e das lideranças na divulgação e incentivo à participação”, enfatizou a coordenadora do Núcleo de Atenção à Saúde e Qualidade de Vida no Trabalho (Nass), Aline Schultz.

O “Diagnóstico de Atenção à Saúde do Servidor” é uma iniciativa do Laboratório de Inovação e Pesquisa sobre Qualidade de Vida no Trabalho e Atenção à Saúde no Serviço Público Estadual (Lab Rede Qualivida), projeto coordenado pela Secretaria Gestão e Recursos Humanos (Seger), em parceria com a Secretaria da Saúde (Sesa) e o Instituto Capixaba de Ensino, Pesquisa e Inovação em Saúde (ICEPi).

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação da Seger
Vitor Possatti Rodrigues
vitor.rodrigues@seger.es.gov.br

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard